16 de junho de 2017

Reino Unido diz que ataques com WannaCry têm "mão" norte-coreana


Fonte: Sapo

A notícia é avançada por um órgão de comunicação britânico que cita fontes ligadas ao Centro Nacional de Cibersegurança do Reino Unido.

WannaCry

Os serviços britânicos de cibersegurança acreditam que o ataque informático despoletado no passado mês de maio, com recurso ao ransomware WannaCry, foi lançado por hackers na Coreia do Norte. A notícia é avançada esta sexta-feira pela BBC, que cita fontes próximas do assunto.

A investigação que está a ser conduzida pelo Centro Nacional de Cibersegurança do Reino Unido (NCSC) aponta neste momento para o grupo de hackers norte-coreano Lazarus, como já tinha sido indicado anteriormente pela Kaspersky e pela Symantec.


Recorde-se que o ataque afetou mais de 300 mil computadores em todo o mundo e que o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido foi um dos serviços mais afetados. O Grupo Lazarus está ligado a vários outros ataques informáticos de larga escala.

A sugestão da agência britânica é conhecida pouco depois de as autoridades americanas responsáveis pela segurança informática do país terem ligado o ataque ao mesmo autor. A confiança da NSA nesta ligação é, no entanto, moderada.

Uma das pistas seguidas em ambas as investigações consiste num conjunto de endereços de IP ligados ao ataque, que já tinham sido identificados em operações informáticas dos serviços secretos norte-coreanos.

0 comentários:

Enviar um comentário