Facebook, Cambridge Analytica e os vossos dados, o que precisam de saber...

O Facebook está no centro das notícias devido ao fato de ter permitido uma empresa privada,  a Cambridge Analytica, ter acesso a 87 milhões de perfis, e com essa informação construir perfis psicográficos dos utilizadores e dos seus amigos, para propaganda politica de forma a influenciar o sentido de voto nas eleições Americanas ou no Brexit inglês.



A Cambridge Analytica alega que toda a informação foi obtida de acordo com as regras de privacidade do Facebook, e acrescenta que a informação que o Facebook pediu para apagar foi apagada... mas noticias surgiram logo a seguir a dizer que tal não aconteceu...

Mas quem é a Cambridge Analytica?
É uma empresa inglesa de análise de dados, eles ajudam as campanhas a chegar aos eleitores via online. Eles adquirem dados de várias fontes, e com a ajuda de algoritmos tentam prever o sentido de voto, e como o podem influenciar através de publicidade direccionada aos mesmos.

O que a Cambridge Analytica fez?
Facebook afirma que a Cambridge Analytica recebeu perfis e informações de utilizadores de Aleksandr Kogan, um professor na Universidade de Cambridge. Este criou uma app chamada "thisisyourdigitallife" que oferecia perfis de personalidade enquanto se intitulava de ferramenta de pesquisa para psicólogos.


A app pedia aos utlizadors para fazer log in nas suas contas, como parte desse login acedia ao perfil, localização, gostos e pior, ao dos vossos amigos também. De referir que eu próprio dei com essa app no meu perfil do facebook, e não me recordo de alguma vez a ter visto antes... verifiquem nas vossas definiçoes de apps e procurem por "thisisyourdigitallife".

O problema, segundo o Facebook, foi que esta informação foi enviada para a Cambridge Analytica, sem a autorização dos utilizadores, o que é contra as regras do Facebook, mas em 1ª análise foi obtida por Kogan obedecendo a estas mesmas regras...


Pode-se considerar que o Facebook foi hackeado?
Inicialmente o problema foi considerado como uma a maior perda de dados de sempre, da rede social. Isso deve-se em parte ao fato de os aproximadamente 270,000 utilizadores que deram acesso a Kogan, permitiram que ele adquiri-se dados de 87 milhões de utilizadores do Facebook...

Apesar disto tudo, é importante salvaguardar que as passwords o informação mais sensível não foi acedida, e a politica que permitia que as apps acedessem aos perfis dos amigos fo proibida pelo Facebook, em 2015.

O Facebook mudou as regras e agora já não permitem que as apps partilhem informações obtidas com outras empresas, mas sempre que instalarem uma app, seja no facebook ou no android, comecem a ler com mais atenção as permissões pedidas...



Neste momento o Facebook oferece recompensas a quem identificar apps que obtenham informação de forma ilegal... será que vamos ter regras impostas por governos? acredito que sim, mas não vai resolver nada... mas uma coisa tenho a certeza, as leis e os governos vão estar mais atentos e duros contra este tipo de falhas nas redes sociais, no online e outros...

O que está o  Facebook a facer acerca disto?
Mark Zuckerberg já assumiu a responsabilidade, e afirmou que tem a de proteger os utilizadores, e se não o fizer, em última análise não o merece fazer... o desafio é controlar os nossos sistemas de forma a não minar a democracia... toda a gente no eco-sistema do Facebook tem que servir para proteger a informação das pessoas...
O Facebook neste momento já restringe o acesso, limitando o acesso à informação mais sensível e revoga as permissões se nós não utilizarmos a app nos ultimos 3 meses... a publicidade política também está na mira e as restrições serão maiores...

Por último surgirá na cronologia uma barra com as apps que usámos o que nos permitirá retirar as permissões às mesmas, sempre que quisermos...


O que podemos fazer?
Não muito, infelizmente, uma queixa contra Zuckerberg e o Facebook... mas pelos vistos tanto nos EUA como a comissão Europeia já estão em conversações com o Facebook para compensar os lesados, e o Facebook afirma que está estudar formas de ressarcir os utilizadores...

Por fim devemos, não só no Facebook, mas em todas as redes sociais, rever as nossas definições de privacidade, mas mais importante, bom senso, no que se partilha, porque depois de partilhado, nunca mais desaparece... quer queiramos ou não...

Entretanto o Facebook lançou uma ferramenta em que é possível perceber se a Cambridge Analytica acedeu aos seus dados. Para descobrir, basta fazer login na vossa conta e pesquisar "Cambridge" no centro de ajuda do Facebook. De seguida, irá aparecer uma mensagem, que indicará se os seus dados foram ou não usados. Verifiquem... os meus foram... :)

Um abraço
Mig

0 comentários:

Enviar um comentário